Gírias Gaúchas


Revisão por Stella Sousa
Escrito por Thaís Stein

Gaúchos têm um jeito especial de falar, com seu sotaque forte e gírias únicas.

Além do “bah” e do “tchê” que já são muito conhecidos, existem diversas outras gírias que não fazem muito sentido para o resto do país. Então, para que você não se perca ao falar com um gaúcho, montamos uma lista com 50 gírias e expressões famosas entre eles!

1. Abichornado

Abichornado é o mesmo que triste, desanimado ou amuado.

O que aconteceu que você está assim abichornado?

2. Afudê

Quer dizer que algo é muito bom, legal.

A festa de ontem foi bem afudê.

3. Arreganho

Arreganho é o mesmo que zoeira, que brincadeira.

Para de arreganho com a minha cara.

4. Arriar

Também significa fazer graça de alguma coisa, zoar da cara de alguém.

Para de arriação, menino.

5. Atucanado

É o mesmo que estar preocupado, com a cabeça cheia de problemas.

To atucanado com essa história.

6. Bah

É uma expressão usada em praticamente todas as frases, e que não tem um significado específico. Serve para enfatizar alguma reação ou sentimento, como tristeza, dúvida ou alegria. É usado assim como o “uai” dos mineiros ou o “oxe” dos baianos.

Bah, não acredito que tu veio hoje, que felicidade.

Bah, mas não sabia que ia estar frio assim.

7. Bergamota

Bergamota é o modo como os gaúchos chamam a tangerina ou mexerica.

Vamos lá pegar bergamota do pé?

8. Boca aberta

É uma pessoa sonsa, lerda ou burra.

Menina, deixa de ser boca aberta e recolhe essas coisas que você derrubou.

9. Cacetinho

É o modo como os gaúchos chamam o pão francês, ou pão de sal.

Vai na padaria e compra uns cinco cacetinhos, por favor.

10. Cair os butiá do bolso

É a expressão usada para dizer que você está assustado, surpreso com algo. Essa surpresa pode ser tanto boa quanto ruim. A gíria surgiu porque butiá é uma fruta muito pequena, e se você carregar ela no bolso e fizer uma parada brusca, ela pode cair.

Meu deus, aquela mulher lá é de cair os butiá do bolso de tão bonita.

11. Chinelagem

Algo ruim, fraco, bagunçado ou desanimado. Uma pessoa chata também pode ser chamada de chinelo.

Aquela festa de ontem foi uma chinelagem.

12. Deitar o cabelo

É o mesmo que sumir, desaparecer, fugir.

Ih, aquele cara encrenqueiro ta chegando, vou ter que deitar o cabelo.

13. Esgualepado

É o mesmo que machucado, ferido.

Caí ontem e to todo esgualepado.

14. Frio de renguear cusco

Para os gaúchos, rengo é o mesmo que algo torto ou empenado, enquanto cusco é um modo como os gaúchos chamam os cachorros. Então um frio de renguear cusco seria o mesmo que muito frio, tão frio que entortaria os cachorros.

Mas essa noite fez um frio de renguear cusco, bah.

15. Gringo

É o modo como os gaúchos chamam os descendentes de italiano que moram na serra gaúcha. Segundo os gaúchos, os gringos são mãos-de-vaca.

Aquele gringo comprou no meu mercadinho e nunca me pagou.

16. Guaipeca

É o modo como os gaúchos chamam cachorros, geralmente vira-latas.

Vamos passear, guaipeca.

17. Lagartear

Lagartear é o mesmo que ficar no sol.

Hoje quero ficar o dia todo lagarteando.

18. Negrinho

É o modo como os gaúchos chamam o brigadeiro.

Minha mãe vai fazer negrinho hoje a tarde.

19. Pechada

Pechada é o mesmo que batida, um acidente que envolve dois carros, ou pessoas colidindo.

Vi duas crianças dando uma pechada ali na rua.

20. Prenda

É como os gaúchos chamam suas mulheres.

Vai sair com sua prenda hoje?

21. Rengo

É algo capenga, mal feito, acabado.

Meu carro ta todo rengo, quase nem anda.

22. Taipa

É aquela pessoa sonsa, que nunca entende nada. Outras gírias para isso são “mongolão”, “tcho” ou “tanso”.

Deixa de ser taipa, menino.

23. Tchê

O tchê funciona do mesmo modo que o “bah”, sendo usado no início ou final de frases, para chamar a atenção.

Tchê, mas você viu aquela pechada na rua ontem?

24. Tri

É uma expressão usada para dar intensidade as coisas, para que elas pareçam maiores ou melhores. Para isso, basta adicionar o termo “tri” na frente da palavra que você deseja intensificar.

A festa ontem foi tri legal.

25. Trovar

Trovar é o mesmo que chavecar, que dar em cima de alguém.

Aquele menino passou a noite toda me trovando, acredita?

26. Vivente

Vivente é uma expressão utilizada para se referir a uma pessoa. Geralmente é usada com outra gíria, como “bah” e “tchê”.

Bah, vivente… tenho que contar algo para você.

27. Talagaço

É uma gíria que se refere a tomar tudo de uma vez só, em um gole.

Tu viste que o Fernando tomou a bebida num talagaço?

28. Arrecém

É uma abreviação da palavra “recentemente” ou para explicar que algo acabou de acontecer.

Arrecém vi sua ligação, desculpa retornar só agora.

29. Bucha

A palavra “bucha” tem dois significados diferentes: pode ser para expressar que algo é difícil, ou para elogiar um gol muito bem feito.

Nossa, essa viagem de amanhã vai ser bucha.

30. Pozolha

É uma abreviação da expressão “pois, olha…”.

Pozolha, isso só confirma o que te disse ontem.

32. Guisado

No Rio Grande do Sul, guisado é o mesmo que carne moída.

“Bah, que vontade de comer um guisado hoje!”

33. Massinha

Massinha é o mesmo que pão doce para os gaúchos.

Ontem comi uma massinha deliciosa da padaria da outra rua.

34. Larguemo na pernada

É uma expressão que significa “corremos” ou “saímos correndo”.

Ontem vimos um homem estranho passando na rua, então larguemo na pernada.

35. No bico ou De bico

No bico ou de bico, significa “estar de olho” em algo ou alguém.

Olha o João no bico daquela guria.

36. Olhando de revesgueio

Significa olhar de soslaio, de lado para alguém, como se estivesse desconfiado.

Olha aquela guria me olhando de revesgueio.

37. Alcançar

Por mais que seja uma palavra comum na língua portuguesa, o gaúcho usa de uma forma diferente. Alcançar, para os gaúchos, é o mesmo que pegar algo.

"Aproveita que você está perto do armário e alcança esse hidratante, por favor."

38. Brigadiano

É o mesmo que policial.

“Hoje eu passei por 3 brigadianos na rua.”

39. Dar umas bandas

É o mesmo que dar uma volta, passear.

Hoje eu vou dar umas bandas com minha amiga.

40. Tirar tatu

Tirar tatu é o mesmo que limpar o nariz, o famoso tirar a meleca.

Ontem aquela menina estava tirando tatu.

41. Reinenta ou reinento

É o mesmo que uma pessoa brava ou reclamona.

Minha namorada é muito reinenta.

42. Chavear

É o mesmo que fechar a porta.

Você chaveou aqui porta antes de vir para cá?

43. A la minuta

Significa prato feito, um prato de comida já montado.

Hoje eu vou naquele restaurante para comer uma a lá minuta.

44. Pousar

É o mesmo que dormir na casa de alguém.

Mãe, hoje eu vou pousar na Juliana.

45. Chapa

É o mesmo que dentadura.

Viu a chapa da vovó no copo?

46. Largar

É o mesmo que sair, deixar um local.

Tchau, pessoal. Vou largar.

47. Prende o grito

É o mesmo que “pode contar comigo”.

Já sabe, se precisar prende o grito.

48. Boia

É como os gaúchos chamam comida.

A boia da minha sogra estava muito boa!

49. Faixa

É como os moradores do Rio Grande do Sul chamam as estradas BR.

Hoje é véspera de feriado, vou pegar um trânsito terrível na faixa.

50. Pé que é um leque

É o mesmo que dizer quando uma pessoa está com muita vontade de ir a algum lugar.

A Patrícia está com pé que é um leque para ir à festa.

Veja também:

Stella Sousa
Revisão por Stella Sousa
Formada em Comunicação Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e produtora de conteúdo digital desde 2014.
Thaís Stein
Escrito por Thaís Stein
Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal do Espirito Santo (UFES).