Gírias Paraenses


Revisão por Taysa Coelho
Escrito por Thaís Stein

Pará, terra do carimbó, do açaí, das chuvas diárias, e claro, de um dicionário único! Tão único que chega a mudar de município para município!

Para conhecer melhor esse estado e seu povo, veja nossa lista com as principais expressões e gírias paraenses e seus significados.

1. Baldear

O mesmo que vomitar.

O menino comeu tanto que é capaz de baldear.

2. Bombom

No Pará, qualquer tipo de bala.

Você tem algum bombom aí?

3. Borimbora

É usado para chamar alguém para sair de algum lugar. Vem da frase Bora ir embora?.

Borimbora que já é tarde.

4. Carapanã

É o mesmo que pernilongo, mosquito, muriçoca.

Olha o tanto de carapanã que tem aqui.

5. Curuba

Usado como sinônimo de sarna. Pode ainda significar qualquer ferida ou machucado.

Credo, esse seu braço está cheio de curuba.

6. Dar uma forra

Significa retribuir um favor, compensar.

Você, viu? O João deu a forra no jogo passado.

7. De rocha/ Dirrocha

Ao falar de rocha, você confirma que o que disse é realmente verdade, que se trata de algo sério.

Vou parar de beber, de rocha.

8. Égua

Essa gíria é uma espécie de coringa entre os paraenses, que serve para inúmeras situações, dependendo da sua entonação. Pode ser usada para expressar dúvida, espanto, surpresa, raiva, entre outros. Funciona do mesmo jeito que o uai dos mineiros ou o oxe dos baianos.

Se quiser dar ainda mais ênfase no que está falando, você pode usar pai d’égua.

- Égua, o que é isso que você fez no cabelo?

- Éeeegua, mas que notícia boa.

9. Esbandalhar

Esbandalhar é o mesmo que quebrar, despedaçar, destruir algo.

Você esbandalhou a tela do meu celular toda.

10. Gala seca

Termo usado para chamar uma pessoa de boba, desligada ou desatenta.

Aquele menino com quem eu saí é um gala seca.

11. Já mivú/ Já me vú

Ao dizer já mivú ou já me vú, quer dizer que você está indo embora.

Tá tarde, já mivú.

12. Já queres

Pode ser usado também para se referir ao desejo que uma outra pessoa possa ter de algo ou alguém.

Estou vendo você olhando para aquele menino, já queres né?

13. Levou o farelo

Essa gíria pode ser usada tanto como sinônimo para se dar mal quanto para falar que alguém morreu.

Sabe o Tiaguinho? Levou o farelo!

14. Mas credo

Expressão de espanto, normalmente usada quando se é surpreendido negativamente com algo.

Mas credo! Viu como aquela mulher está?

15. Mas quando

Usado como uma forma de duvidar de alguém ou desdenhar do que a pessoa está falando.

- Fiquei com a Joana ontem.

- Mas quaaando.

16. Mexilhão

Mexilhão é aquela pessoa enxerida, que mexe em tudo.

Tira esse menino mexilhão daqui.

17. Mocorongo

Usado para chamar alguém de lento, bobo, devagar.

Você é muito mocorongo, nunca entende o que eu digo.

18. Mofino

Significa triste, abatido, chateado ou até mesmo adoentado. Essa gíria se pronúncia “mufino”.

Não vou sair hoje, não, estou mofino.

19. Muito palha

É dito para falar sobre algo ruim, sem graça, chato.

A festa ontem estava muito palha, não tinha quase ninguém.

20. Nem te bate

Forma de pedir para alguém não ligar para uma situação, não se importar ou deixar para lá.

Eu te disse que ela não ia ligar de volta, nem te bate.

21. Pau te acha

Maneira de alertar alguém que está fazendo algo errado, dizendo que ela pode se dar mal. Também pode ser usado como sinônimo de apanhar, tomar uma surra.

- Melhor rever as suas companhias, senão o pau te acha.

22. Pavulagem

Sinônimo para metido, presunçoso, convencido.

O João passou em primeiro no teste e está cheio de pavulagem.

23. Pegar o beco

Ir embora de algum lugar. Também pode ser usado como sinônimo para fugir.

Olha só quem chegou, melhor eu pegar o beco.

24. Pitiú

Um cheiro ruim ou forte. Pode ser de algo podre,ou cheiro de peixe.

Credo, que pitiú é esse? Não toma banho não, é?

25. Pomba lesa

Pomba lesa é o mesmo que gente desligada, lenta.

Está achando que eu sou pomba lesa é? Eu vi o que está fazendo.

26. Pô-pô-pô

É como os paraenses chamam um tipo de barco pequeno a motor, muito usado pela população ribeirinha.

Vamos que o pô-pô-pô vai sair em 1 minuto.

27. Rasga

É o mesmo que se retire, vá embora, suma.

Ai menino, rasga daqui!

28. Só te digo vai

Uma forma irônica de advertir uma pessoa sobre uma má ideia. É como se a pessoa dissesse “vai lá para ver no que vai dar”. A expressão é bastante usada por mães quando os filhos não quero obedecer.

- Acho que vou mandar mensagem pro meu ex.

- Só te digo vai.

29. Tá, cheiroso

Uma forma de discordar de alguém de maneira irônica.

Você é o melhor da classe? Tá, cheiroso.

30. Te acoca

Acocar é o mesmo que abaixar, se esconder. Então, se alguém diz “te acoca”, você deve se abaixar.

Menino, te acoca aí que ninguém pode ver a gente

31. Tuíra

Quando a pele fica com o aspecto opaco e acinzentado, por estar coberta de pó branco ou ressecada.

Sua pele está só a tuíra.

32. Visagem

Visagem é o mesmo que assombração, fantasma, alma penada.

Ontem à noite eu estava na rua e apareceu uma visagem, te juro.

Agora que você conheceu todas essas gírias paraenses, veja também:

Atualizado em
Taysa Coelho
Revisão por Taysa Coelho
Movida pela curiosidade, adora conhecer coisas novas e acredita que, por isso, se tornou jornalista. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e maratonar séries. Carioca formada pela UFRJ, atualmente vive em Portugal, país que adotou.
Thaís Stein
Escrito por Thaís Stein
Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal do Espirito Santo (UFES).