Lacração / Lacrar


Thaís Stein
Thaís Stein
Bacharel em Publicidade e Propaganda

A gíria lacração, ou lacrar, é um sinônimo para “arrasar” ou “mandar bem”. O termo é utilizado como elogio para alguém que fez alguma coisa tão bem que deixou os outros sem reação.

Uma pessoa que “lacrou” não deixa brechas para que alguém coloque defeitos ou tente falar mal. Além disso, o termo também pode ser usado para se referir à vitória sobre outras pessoas, como no caso “ela lacrou as inimigas”, ou seja, ela venceu as inimigas, deixou-as sem ação.

A gíria também pode ser usada no contexto de ironia, em forma de crítica quando alguém faz um texto longo demais sobre um determinado assunto, por exemplo.

Exemplos:

“Você lacrou muito naquele discurso”, que poderia ser usado pra dizer que a pessoa fez um discurso muito bom, que não pode ser refutado.

“A festa de hoje vai ser pura lacração”, quer dizer que a festa de hoje será muito boa.

"A senhora está lacradora hoje", quer dizer que a pessoa está arrasando muito.

"Nossa, lacrou hein? Pra que tudo isso?", forma irônica de usar o termo para falar sobre um texto muito grande, que não era necessário.

Origem da gíria Lacração

O termo “lacrar” virou meme na Internet por causa da youtuber brasileira Romagaga, em 2013 (a partir de 0:46 no vídeo). A gíria se tornou popular principalmente entre a comunidade LGBTQ+, e atualmente também é conhecida por causa das "gêmeas lacração", parceiras da funkeira Mc Loma.

Veja outros significados:

Thaís Stein
Thaís Stein
Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal do Espirito Santo (UFES).