Mansplaining


Mansplaining é um termo criado da junção das palavras em inglês man (homem) e explain (explicar). Ele é usado para descrever quando um homem tenta explicar algo para uma mulher, assumindo que ela não entenda sobre o assunto.

Essa explicação é dada sem que a mulher tenha pedido, e muitas vezes se refere à assuntos óbvios, ou que a mulher tenha domínio. Deste modo, mesmo que implicitamente, o homem está subestimando a inteligência da mulher em questão.

Por exemplo, se um padeiro tentasse explicar para sua filha jornalista como ela deveria escrever sua matéria, isso poderia ser considerado mansplaining.

mansplaining

Origem do termo

O termo mansplaining foi inspirado pelo ensaio da escritora Rebecca Solnit, chamado “Os Homens Explicam Tudo Para Mim”, de 2008.

No mesmo ano, o termo apareceu pela primeira vez na rede social LiveJournal, se popularizando entre blogueiras feministas. Em 2010, o termo foi nomeado como uma das “Palavras do Ano” pelo jornal New York Times e em 2014 foi acrescentado no dicionário online de Oxford.

Popularização do termo e compartilhamento de experiências

Nos últimos anos, a palavra ganhou muita visibilidade na Internet, aparecendo em fóruns, redes sociais e usado na criação de memes. Em 2016, usuárias do twitter nos EUA começaram a compartilhar momentos que elas passaram por mansplaining.

estátua mansplaining
"Uma amiga achou isso no Texas: Mansplaining, a estátua"

A mesma thread surgiu posteriormente no Brasil, em perfis como o da @isasinay e da @nuvemmaria e muitas brasileiras também começaram a compartilhar suas experiências.

Os tweets contam histórias onde homens tentavam explicar coisas muito óbvias para mulheres, ou mesmo quando homens de outras áreas buscavam ensinar algo para uma especialista no assunto. 

As vezes faço uma retrospectiva de coisas que homens já me explicaram e acho que o Top 3 é:1) o feminismo 2) o Holocausto 3) terminologia de cinema (ele era advogado, eu sou cineasta de formação)

— Isadora (@isasinay) 18 de agosto de 2018

mansplaining 2

mansplaining 3

mansplaining 5

mansplaining 6

mansplaining 7

Também em 2018, os termos mansplaining e manterrupting ganharam maior visibilidade na televisão brasileira, quando a Youtuber Kéfera confrontou as explicações de um homem na plateia durante o programa Encontro com Fátima Bernardes, exibido na Rede Globo.

Outros termos associados

Além de mansplaining, alguns outros termos foram criados para se referir à momentos onde os homens agem de forma sexista e arrogante para com as mulheres, entre eles estão:

Manterrupting

Esse termo é uma junção das palavras em inglês man (homem) e interrupting (interrupção). Ele se refere à atitude de alguns homens de interromper a fala de mulheres sem necessidade, impedindo que elas concluam seu raciocínio ou deem sua opinião.

Esse comportamento é muito comum em palestras e reuniões, e pode ser feita pelo homem de forma consciente ou não.

Bropriating

bropriating

Bropriating é um neologismo criado pela junção dos termos bro (de brother, cara, mano) e appropriating (apropriação). O termo é usado para definir quando um homem se apropria da ideia de uma mulher, falando como se fosse dele e levando os créditos.

O bropriating ocorre muito no âmbito profissional e acadêmico.

Gaslighting

Já o gaslighting é um tipo de manipulação psicológica usada principalmente por homens, que leva a mulher a achar que está equivocada ou louca.

Mesmo que a mulher esteja certa, esse tipo de abuso costuma fazer com que a mulher passe a duvidar de sua própria memória, raciocínio e até mesmo sanidade.

Apesar desse comportamento afetar homens e mulheres, geralmente elas são as maiores vítimas desse tipo de manipulação.

Veja também o significado dos memes e termos: