Gírias Militares


Mariana Lapeloso
Mariana Lapeloso
Caçadora de memes

Cada canto do Brasil conta com suas gírias bem específicas. Mas você sabia que os militares também contam com suas próprias formas de dialeto?

Confira algumas gírias militares e aprenda alguma das principais nomeações usadas pelos combatentes do exército.

  1. Bizu: Dica;
  2. Muquiço: Quando o militar aparece todo sujo, com a farda amassada, desgrenhado;
  3. Moita: Aquele que não é visto, quieto;
  4. Última forma: Não faça mais isso, deixar de lado;
  5. Barro: Forma de dizer que você receberá um castigo caso não faça nada certo;
  6. Torar: Dormir;
  7. Cruzeta: Quando alguém te coloca em uma situação constrangedora;
  8. Acochambrar: Fazer moleza, ficar de corpo mole;
  9. Chumbreca: Tomar esporro, levar bronca;
  10. Papirar: Estudar, relembrar alguma matéria de instrução;
  11. Sanhaço: Situação de instabilidade em que o soldado se encontra;
  12. Jangal: É quando o militar está instável;
  13. Safo: Pessoa malandra que resolve todos os problemas;
  14. Piruar: Se oferecer involuntariamente para fazer algo;
  15. Piruar errado: Se oferecer involuntariamente para fazer algo e acabar fazendo errado;
  16. Raro: Quando o militar é muito ruim;
  17. Zaralho: Bagunça;
  18. Cepar: Estudar muito;
  19. Caserna: Quartel;
  20. Tá voando: Aquela pessoa que paga de esperta e que não tem nada pra fazer;
  21. Se acusa: Gíria usada para quando alguém comete um deslize;
  22. Azeitar: Deixar tudo pronto e combinado;
  23. Arisco: Militar que está atento, com foco em alguma coisa;
  24. Surubado: Militar que está muito atarefado;
  25. Engrenado: Algo muito bom ou algo que já foi resolvido;

Confira outras gírias:

Mariana Lapeloso
Mariana Lapeloso
Estudante de jornalismo e caçadora de memes nas horas vagas.