O que significa ser um X9 e a origem dessa gíria


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

X9 é como é chamada uma pessoa considerada dedo-duro, fofoqueira ou cagueta. A gíria se popularizou no mundo do crime para se referir a um possível informante, alguém que pudesse entregar os parceiros para a polícia ou para os rivais.

No entanto, o termo também se difundiu fora da criminalidade, sendo usado dentro e fora das redes sociais com o mesmo significado.

Exemplos:

- Não dá pra confiar no Lucas, ele é o maior X9.

- Tira esse X9 daqui. Se não temos dinheiro hoje, a culpa é dele.

- Marcelo, que história é essa de que você foi na festa da Maria? O Pedro me contou que te viu lá.
- Pô, o Pedro é muito X9, cara!

De onde veio esse termo?

A provável explicação para a origem da gíria X9 se refere à história em quadrinhos O Agente Secreto X-9. Lançada em 1934 nos Estados Unidos, chegou ao Brasil na década de 1940.

A HQ, criada pelo escritor estadunidense Dashiell Hammett, tem como protagonista Phil Corrigan. Conhecido como Agente X9, sua função é se infiltrar entre os investigados e ganhar a sua confiança, para descobrir os seus planos e esquemas. Assim, consegue obter as provas necessárias para incriminá-los.

Devido à sua forma de trabalhar, era considerado um traidor pelos criminosos. E, com o sucesso do personagem, X9 acabou se tornando um sinônimo para traíra, delator e dedo-duro.

Capa da história O Agente Secreto X-9
Reprodução/Amazon

Há ainda quem acredite que o termo tenha surgido ou, ao menos, se popularizado por aqui, a partir do nome de um dos pavilhões do extinto presídio do Carandiru, em São Paulo. O Pavilhão 9 era famoso por receber réus primários.

Acreditava-se que muitos deles recebiam delação premiada, por serem informantes da polícia, e precisavam ficar separados dos demais detentos.Por conta disso, o local teria ficado conhecido como Pavilhão X9 e seus presos seriam rotulados de X9.

Veja também:

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Movida pela curiosidade, adora conhecer coisas novas e acredita que, por isso, se tornou jornalista. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e maratonar séries. Carioca formada pela UFRJ, atualmente vive em Portugal, país que adotou.