Salvo pelo gongo


Salvo pelo gongo é uma expressão popular que representa uma situação negativa que é evitada pela intervenção momentânea de um terceiro elemento. 

Para que alguém seja salvo pelo gongo, este precisa estar exposto a algum perigo ou situação desagradável que seja iminente. No entanto, esta é alterada a favor da pessoa por alguma outra ocorrência inesperada.

Exemplo:

João queimou o jantar, mas foi salvo pelo gongo, pois a sua esposa acabou de ligar dizendo que ia chegar atrasada.

Origem da expressão "Salvo pelo Gongo"

Existem duas prováveis histórias que tentam explicar a origem do surgimento dessa expressão popular. 

Pessoas enterradas vivas

salvo pelo gongo

A primeira remonta uma prática comum em alguns países europeus no século XVII, quando pessoas eram enterradas com uma corda amarrada em seus braços, sendo esta ligada a um sino do lado de fora do caixão. 

Isso acontecia porque a medicina da época ainda não havia descoberto a catalepsia, uma doença rara que faz com que todos os músculos do corpo fiquem rígidos, dando a impressão de que o paciente está morto.

Assim, com este mecanismo, caso a pessoa não estivesse de fato morta, poderia tocar o sino e ser salva. Ou seja, ser literalmente salva pelo gongo.

A partir desta prática teria surgido a expressão saved by the bell, versão correspondente ao "salvo pelo gongo" na língua inglesa.

Lutas de boxe

No entanto, a interpretação mais usual para a origem desta expressão está nas lutas de boxe. 

Os combates são disputados em parte (assaltos), sendo que cada um tem um tempo de duração específico. Quando o tempo do assalto termina, soa o gongo e os lutadores devem parar de lutar momentaneamente. 

Assim, neste cenário, caso um dos lutadores esteja sendo fortemente golpeado, ao soar o gongo, este acaba por ser salvo de ir à nocaute. Desta forma, a pessoa é literalmente "salva pelo gongo".